Veja o que nossa gestão fez e está fazendo !

Campanha contra abuso terá blitz nas ruas de Fabriciano

 12/05/2020

Campanha contra abuso terá blitz nas ruas de Fabriciano
Campanha contra abuso terá blitz nas ruas de Fabriciano

A Prefeitura de Coronel Fabriciano por meio da Secretaria de Governança de Assistência Social realiza desta terça, 12  até o dia 18 de maio uma série de blitz nas ruas da cidade para conscientizar a população à respeito da Campanha FAÇA BONITO, PROTEJA NOSSAS CRIANÇAS E ADOLESCENTES! A ação faz parte das atividades previstas para o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, comemorado dia 18 de maio.

Veja abaixo a programação:

  • 12/05, 08 às 11h: Semáforo em frente à Câmara Municipal - Rua Pedro Nolasco, 22, Centro
  • 12/05, 08h às 11h: Semáforo em frente ao Unileste , Av. Pres. Tancredo de Almeida Neves, 3500 - Universitário
  • 14/05, 08h às 11h: Semáforo em frente ao Bretas, Av. Magalhães Pinto, 1897, Giovanini
  • 14/05, 08hàs 11h: Rotatória da Igreja Católica São Geraldo, R. José Corrêa, 11 - São Geraldo
  • 18/05, 13h às 15: Todos os locais acima discriminados simultaneamente.


A Secretária de Governança de Assistência Social, Letícia Godinho, convoca a todos para participar da campanha e abraçar a causa. “Estamos vivendo um momento ainda mais difícil quando se fala em proteção de crianças e adolescentes. Infelizmente o isolamento social aumentou a exposição dos menores aos abusadores” disse.

Segundo Letícia, o abuso de crianças e adolescentes é uma violência que ocorre no silêncio e, neste período de “confinamento”, tende a aumentar. “Essa campanha é para alertar os adultos que a violência sexual é crime e, principalmente, em tempos de distanciamento social imposto pela calamidade pública, estamos atentos a qualquer tipo de violência praticada contra as crianças e adolescentes”, concluiu.

O tema da campanha este ano é “Esquecer é permitir lembrar é combater. Enfrentar a violência sexual contra crianças e adolescentes em meio ao distanciamento social "

 

COMO DENUNCIAR

Mesmo no período de distanciamento social, existem portas de entradas para recepcionar as denúncias, como Disque 100; Polícia Militar 190. Para as pessoas que não tem acesso à internet ou à telefonia, estas devem procurar a rede de proteção do nosso município, a exemplo do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), Conselho Tutelar, Delegacia e Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente.

 

MONITORAMENTO

A rede de proteção vai monitorar, de forma permanente, eventual aumento no número de casos de crimes praticados contra crianças e adolescentes, em especial os de natureza sexual, durante esse período de distanciamento social, adotando as providências cabíveis. Na sequência, será comunicado à Promotoria da Infância e Juventude, para que as medidas protetivas sejam tomadas.