Veja o que nossa gestão fez e está fazendo !

FABRICIANO RECEBE CERTIFICADO DE BOAS PRÁTICAS PELO PROJETO GASTRONOMIA SOCIAL

Fabriciano recebe certificado de boas práticas pelo projeto gastronomia social

A prefeitura de Coronel Fabriciano por meio da Secretaria de Governança de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Cultura recebeu o certificado de “Boas práticas do Turismo em Minas Gerais – 2019”, com o projeto Gastronomia Social: Produção associada ao turismo e agricultura familiar na Serra dos Cocais-MG. O município também realiza outros projetos que tem o intuito fomentar o turismo local.

 

A certificação é da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais (Secult). Este ano, a Secult realizou o Censo do Turismo Mineiro, e além de atualizar o Mapa do Turismo Brasileiro, identificou as boas Práticas de turismo no Estado. Entre mais de 500 municípios participantes do censo, Fabriciano foi um dos selecionados dentre os uma boa prática com uso de tecnologias sociais para divulgação e replicação em outros locais.

 

O processo para concorrer ao certificado se deu por meio de questionário de censo com pergunta específica sobre boas práticas. A boa prática de Fabriciano passou um novo questionário e foi validada pela equipe técnica Secult junto às Câmaras Temáticas do CET - Conselho Estadual de Turismo.

 

 “A Serra dos Cocais é nosso ouro do Turismo, com potencial para receber turistas interessados em natureza, aventura, cultura e gastronomia. Valorizar as quitandas e a culinária típica, qualificar e fomentar o empreendedorismo, empoderar as pessoas interessadas da comunidade é tarefa gratificante na oferta de produtos com a força da agricultura familiar na produção associada. É geração de renda e qualidade no ordenamento do Turismo”, afirma a gerente de Turismo Betinna Tassis.

 

 

GASTRONOMIA SOCIAL

 

A iniciativa visa valorizar a produção local associada ao turismo.

 

Projeto da Prefeitura de Fabriciano, por meio da Secretaria de Governança do Desenvolvimento Econômico, Turismo e Cultura e com apoio da Secretaria de Governança Educacional e Emater-MG. A iniciativa visa valorizar a produção local associada ao turismo, estimular novas experiências gastronômicas e gerar alternativas sustentáveis de emprego e renda na cidade. O trabalho envolve produtores, a maioria mulheres, das Associações dos Produtores Independentes do Cocais (Apprico) e dos Agricultores Familiares da Região Metropolitana do Vale do Aço (Agrifarm).