Veja o que nossa gestão fez e está fazendo !

Prefeitura de Fabriciano investe R$ 1 milhão no HJMM e vai reabrir maternidade em 2020

 Prefeitura de Fabriciano investe R$ 1 milhão no HJMM e vai reabrir maternidade em 2020

O Hospital Dr. José Maria Morais, reaberto em 2017 e mantido pela Prefeitura de Fabriciano, recebe investimento de R$ 1 milhão em obras e equipamentos e em breve, ganhará nova maternidade e obstetrícia. A reforma, adequação e ampliação do espaço já iniciaram com objetivo de implantar o serviço, desativado há mais de uma década. A iniciativa vai por fim ao drama das mães fabricianenses assistidas pelo SUS que precisavam recorrer aos hospitais de cidades vizinhas para “dar luz” aos seus filhos.

 

“Hoje, a rede de saúde de Fabriciano oferece um pré-natal completo, inclusive com realização de 3 ultrassons durante a gestação. Em breve, as mães fabricianenses serão acolhidas na hora do parto com segurança, profissionalismo, humanidade e todo o suporte hospitalar necessário na sua cidade. A reabertura da maternidade e obstetrícia é um compromisso meu – como pai, médico e gestor – e com muito esforço e trabalho sério agora se torna realidade”, resumiu o prefeito Dr. Marcos Vinicius nesta quarta-feira, 3, em coletiva com a imprensa regional.

 

A nova maternidade contará com centro obstétrico com duas salas para partos, berçário, consultório para as puérperas e recepção. Serão seis leitos de pré e pós-parto em duas enfermarias; uma sala de PPP (pré-parto, parto e puerpério - PPP) com banheira para realização de parto humanizado e individual, mais um leito de isolamento. A estrutura será suficiente para fazer até 250 partos/mês.

 

Após detalhar os investimentos, o prefeito Dr. Marcos Vinicius e presentes visitaram as obras em curso no HJMM. Além da maternidade, o projeto contempla adequações na recepção e construção de novo bloco cirúrgico, o que possibilitar a ampliação de 60 para 80 leitos hospitalares. Parte das melhorias já foi entregue, como a nova CME (Central de Materiais Esterilizados) com capacidade para esterilizar 100% do instrumental usado, com economia de tempo e dinheiro para o município.

 

Participaram da coletiva com imprensa, os secretários de Governança da Saúde, Ricardo Cacau, de Governança Urbana, Planejamento Meio, Douglas Prado e diretores do HJMM, Kátia Barbalho (Administrativo) e Dr. Élcio Daniel Antunes (Técnico).

 

NOVO BLOCO CIRÚRGICO

O HJMM também vai ganhar novo bloco cirúrgico com três salas: duas para cirurgias de grande porte com anestesia geral e um para cirurgias de bloqueio (intervenções menores), construído em conformidade com a RD 50/2002 da Anvisa, que regulamenta as normas para infraestrutura física de estabelecimentos de saúde.

O bloco cirúrgico funcionará no prédio anexo ao HJMM, com 1.350 m² de área construída que estava parado desde 2015. O local recebe melhorias e adequações na parte estrutural, inclusive para instalação de dois elevadores tipo maca. Com isso, o HJMM ampliará em 50% a capacidade instalada para realizar cirurgias de urgência e eletivas, atingindo a marca de cerca de 1.500 procedimentos por ano.

 

RECEPÇÃO HUMANIZADA

A reforma completa e humanização da entrada principal e recepção também está no pacote de obras. O local receberá acessibilidade, com rampas para cadeirantes e guarda-corpo de aço inox. Serão construídas duas novas salas: uma para coordenação e mais uma para triagem, garantindo mais agilidade no acolhimento e classificação do quadro de saúde do paciente.

 

Outra melhoria é a construção uma de entrada exclusiva para ambulâncias com pacientes em estado grave, com acesso independente e direto para o bloco de emergências. “Hoje, todos os pacientes – inclusive aqueles em estado grave e vítimas de traumas como fratura, cortes, bala de fogo – passam pela recepção junto aos demais que aguardam outros tipos de atendimento. Em resumo, todas as melhorias visam sempre à humanização e busca da excelência dos serviços prestados ao usuário”, completa a diretora do HJMM, Kátia Barbalho.